Tradicionalmente, o pai conduz noiva até o altar, isso todo mundo sabe! E é claro que é lindo ver a noiva entrar pelo braço do primeiro homem da sua vida… Mas, e atualmente? Quem leva a noiva ao altar?

No entanto, o que acontece quando os pais da noiva são divorciados e ela tem uma relação mais próxima com seu padrasto? E se a noiva está afastada de seu pai por motivos pessoais? E se seu pai é falecido ou está impossibilitado de acompanhá-la? E se a noiva simplesmente sente que seria arcaico ser entregue de um homem para outro? De repente, essa imagem do momento perfeito “noiva de braços dados com o pai atravessando o corredor” começa a fazer menos sentido do que antes.

Mas quem?

Mães, avós, irmãos, melhores amigos, e até mesmo o Totó: todos são excelentes acompanhantes! Ao invés de manter a perspectiva tradicional de que a pessoa de mãos ou braços dados com você está prestes a “te entregar” para o noivo, você pode pensar nisso mais como alguém que está ali para te apoiar e te manter calma durante este importante momento de transição na sua vida. Esta simples mudança de pensamento abre novas possibilidades: escolher como acompanhante alguém que dê grande apoio.

O que representa o acompanhante?

Pense na sua entrada como o primeiro momento mais esperado deste dia especial e, mais do que isso, que ela será capaz de mostrar aos seus convidados como você vê seu relacionamento. Ela também irá representar o que eles devem esperar de sua celebração de casamento – se vai ser uma festa tradicional, um pouco tradicional ou nada tradicional!

As regras

Quando se trata de entradas, a primeira regra é não ter regras – desde que no final da caminhada o noivo e a noiva terminem de frente para o celebrante. Mas, em determinadas situações, você pode não ter a mesma flexibilidade que um casal que se casa em um salão de hotel ou em uma praia. Por exemplo, se você pretende fazer a cerimônia em uma igreja ou outro lugar de culto, o pastor, rabino ou padre podem exigir a procissão tradicional. Talvez você consiga adaptar um ou outro detalhe, mas não mudá-la completamente. Ou, se você escolher um pequeno jardim ou restaurante, o local da cerimônia irá oferecer uma certa configuração de corredor que lhe permitirá trabalhar dentro de uma gama limitada de opções.

Bastante coisa para pensar nessa etapa não é?

Mas respire fundo e tenha calma. O mais importante é sempre deixar o seu estilo e gosto falarem mais alto independente de qualquer coisa.

GOSTARAM DA DICA?


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *